27.4.15

PAULO CÂMARA NÃO PERMITE 13,01% AOS PROFESSORES E AINDA CORTA PONTOS DESTES, NO ENTANTO TEM SALÁRIO SUPERFATURADO, GARANTINDO PRA SI 8% DE AUMENTO ÀS ESCONDIDAS

DO BLOG DO ED

Cada dia a mais ficam claras as intenções mesquinhas do partido de Eduardo Campos, morto ano passado em acidente de avião em plena campanha política, e seu pupilo, muito bem treinado, Paulo Câmara, ambos do PSB de Pernambuco.

Paulo Câmara que já foi secretário do governo de Eduardo Campos, conhece bem os emaranhados políticos, sabendo onde pisar, aceitando por parte de seu mentor, hoje morto, as instruções de como proceder para com todas as classes em nosso estado. Embora tenha recebido educação, fazendo-o conhecer as letras, este mesmo prefere, antes de mais nada, zombar dos profissionais de educação do povo pernambucano. E acima de sua atual patente, como governador, além de não estar nada preocupado com o que acontece com os professores, fingindo-se preocupados com os alunos, em 14 dias de greve aplicada no estado, a atitude de paulo é "sacanear" com o povo, tirando onda com os professores, que não tendo mais o que fazer verá em mês de pagamento cortes de dias em seus salários.

Para quem prometeu dobrar os salários dos professores, o hoje já reconhecido, mentiroso Paulo Câmara, está demitindo e cortando salários, além de não garantir nem diálogo, nem acordos, tendo que ser pressionado por sindicatos e a classe. Algo no mínimo vergonhoso.

No entanto, hipocritamente, ele, Paulo, que não dá garantias de sobrevivência aos professores, não abre mão de seu salário de de mais de 25 mil reais no TCE, estando atualmente à receber também, mais de 9 mil reais como governador.

Em nota publicada em determinado blog e divulgada em redes sociais diz que;

"Paulo Câmara escolheu permanecer recebendo o salário como funcionário do TCE (R$ 25.000,00) - é bem mais que o de governador (R$ 9.000,00). Diz que tem que esperar o resultado do primeiro quadrimestre para negociar com os professores, mas na ultima sexta feira, escondido, fez Guilherme Uchoa assinar um aumento de 8% para os funcionários do TCE e da ALEPE. Ou seja, tem que esperar o primeiro quadrimestre para os professores que tem sua data base federal pela lei do piso em Janeiro, mas para ele próprio, funcionário do TCE não precisa esperar o quadrimestre: 8% agora, sem esperar o quadrimestre, em cima de 25 dá R$ 2.000. 

RESUMINDO: SÓ O AUMENTO QUE O GOVERNADOR SE DEU, DIA 20/04, É MAIOR QUE O SALÁRIO DE UM PROFESSOR.

A nossa política está cheia de gente boa, justa e verdadeira, mesmo".

O que estamos vendo em nosso estado são verdadeiros lobos travestidos de ovelha em que o profissional de verdade é desvalorizado, mas alguns usando de espertezas e brechas na lei oprimem cidadãos, agindo covardemente, pousando para fotos como se tudo em Pernambuco, estivesse às mil maravilhas!

Paulo, diga-se de passagem, não herdou nada tão fantástico por parte de Eduardo. Ele apenas é o que é, sem tirar nem por. E como feliz aprendiz de seu mestre, dá continuidade às mazelas para o povo pernambucano em nome de ranço politico, poder e soberba. 

Jeitinho PSB de Governar em Pernambuco

Nenhum comentário: