21.3.15

GREGÓRIO BEZERRA, 115 ANOS, SEMPRE PRESENTE!!!

Retroativo a 13 de março deste ano

Por Bráulio B. Wanderley


Hoje é data natalícia de um dos maiores revolucionários deste país, o pernambucano de Panelas, Gregório Bezerra.

Nascido em 13/03/1900, Gregório se alfabetizou no exército, aos 17 anos. Disciplinado e determinado, chegou a primeiro sargento (patente suprimida por Getúlio Vargas posteriormente).

De caráter forte, formou-se nas lutas populares e militou no Partido Comunista Brasileiro entre os anos 1930 até 1982. Após disputar sua última eleição para deputado federal (pelo MDB), falece em 1983.

De deputado constituinte mais votado.de Pernambuco (1946) a cidadão cassado e caçado, preso político, torturado, exilado, banido do seu próprio país, humano negado em direitos, Gregório Bezerra enfrentou duas ditaduras fascistas (a de Vargas e a empresarial-militar). Nunca abriu pra ninguém..

Justamente por não ter cedido a torturas e espancamentos impublicáveis para que delatasse células, aparelhos e informações, recebeu a alcunha do poeta maranhense Ferreira Gullar, à época também membro do partidão, de "homem feito de ferro e de flor".

Em 2000, ocasião que presidi o Diretório Acadêmico da Faculdade de Formação de Professores de Nazaré da Mata (FFPNM/UPE), decidimos em assembléia geral, por unanimidade, rebatizar o DA com seu nome para que a essência combativa, libertária e patriótica de Gregório pudesse, sempre, nos lembrar das tarefas e compromissos com o povo brasileiro, a juventude, a classe trabalhadora e o socialismo.

Nenhum comentário: