26.12.14

O NOSSO ASSASSINATO DE CRISTO

Por Márcio Sales Saraiva

“Deus que vem ao mundo como um pobre marginalizado é um mistério da fé cristã que se perde e se esquece na riqueza do natal”. (Jung Mo Sung)

O menino pobre na manjedoura como metáfora do Deus Todo-Poderoso que desce ao mundo dos oprimidos é um dos símbolos mais comoventes – e louco! – do cristianismo contra o consumismo doentio das atuais festanças natalinas.

A secularização e captura do natal pelo mercado é também novo assassinato de Jesus Cristo que, por ironia, é agora cometido pela civilização ocidental que se julga portadora de sua herança.

Não são os muçulmanos, ateus ou “hereges” que matam o natal de Cristo, são os cristãos.

Marcio Sales Saraiva é Cientista Social/Político formado pela UERJ com teologia básica na PUC-Rio e mestrando no PPGSS/UERJ.

Nenhum comentário: