4.10.14

A DERROTA DE MARINA

A verdade é que Marina Silva fez uma campanha medíocre, arrogante e burra. Pregando a despolitização e enaltecendo seu salvacionismo, confundiu seu próprio eleitorado por meio das contradições de suas ideias evasivas.

Fala sobre "nova política" mas não explica como seria sua proposta de reforma política. Além disso, desprezou o PSB e dirigentes históricos. Este partido a abrigou solidariamente e ela o trata como locador eleitoreiro.

Marina Silva perdeu a onda que a conduziria ao segundo turno com chances teóricas de derrotar Dilma Rousseff.

Um doce pra quem acertar que ela não apóia, de novo, nenhum candidato no segundo turno.

PS.: Estarei amanhã na Emissora Rural, 730 AM Petrolina-PE, para comentar as eleições a partir das 09h.

Nenhum comentário: