27.6.14

A COPA QUE O RECIFE DEIXOU PASSAR

DO BLOG DO TORCEDOR
chuva-recife
Alagamentos assustaram os turistas. Foto: AFP
Se Recife havia conseguido passar algum aspecto positivo nesta Copa do Mundo foi até essa quinta-feira (26), dia de Estados Unidos x Alemanha. As imagens de vários pontos de alagamentos e de turistas, principalmente americanos, andando no meio da água para ir ao estádio repercutiu muito mal para a cidade. Mostrou o reflexo da falta de estrutura e planejamento necessários não só para sediar um Mundial, mas para atender bem a sua própria população, que já sofre de maneira rotineira em dias de chuvas.
Para os estrangeiros o cenário era de tragédia. Vendo tantos alagamentos, que para eles era uma enchente, ficaram desesperados com a possibilidade de ocorrer uma partida de futebol. Pensaram até de maneira lógica: se a cidade está embaixo de água, imagina um estádio de futebol? Mal sabiam que o problema não era a chuva e sim a falta de infraestrutura da capital pernambucana. No gramado da Arena, preparado para esse tipo de situação, nem parecia que estava chovendo.
Mas os alagamentos não foram tudo no dia. O congestionamento, piorado por causa da chuva, também evidenciou as falhas da nossa mobilidade. O Bus Rapid Transport, feito quase que especialmente para o Mundial, sofreu com a chuva na Avenida Caxangá e praticamente teve que ser escoltado para poder levar os torcedores ao estádio.
Infelizmente, com todos esses episódios dessa quinta, acrescentados ao clima sem festa que a cidade ‘promoveu’ para a Copa, fica difícil dizer que o Recife vai sair do Mundial com uma imagem legal. Aliás, fica até problemático afirmar que a capital pernambucana tirou algum proveito da competição. Ficou a impressão de que a Copa do Mundo passou e perdemos a grande chance de nossas vidas. Triste porque está sendo um grande Mundial.

Nenhum comentário: