16.4.14

VALE A PENA VIVER QUANDO SE É COMUNISTA

Por Bráulio Wanderley

No último dia 12 de abril, conheci o Camarada Mauro Iasi, Professor, Poeta, Comunista e pré-candidato a presidente pelo Partido Comunista Brasileiro (PCB).

Iasi, marca pela inteligência, pela sagacidade militante, pela simplicidade e pela atenção aos Camaradas.

Um forte abraço, sobrescrito ao seu poema em homenagem a Gramsci.  


Por Mauro Iasi
Dedicado a Antonio Gramsci

Quando a noite parece eterna
e o frio nos quebra a alma.
Quando a vida se perde por nada
e o futuro não passa de uma promessa.
Nos perguntamos: vale a pena?

Quando a classe parece morta
e a luta é só uma lembrança.
Quando os amigos e as amigas se vão
e os abraços se fazem distância.
Nos perguntamos: Vale a pena?

Quando a história se torna farsa
e outubro não é mais que um mês.
Quando a memória já nos falta
e maio se transforma em festa.
Nos perguntamos: vale a pena?

Mas, quando entre camaradas nos encontramos
e ousamos sonhar futuros.
Quando a teoria nos aclara a vista
e com o povo, ombro a ombro, marchamos.
Respondemos: vale a pena viver,
quando se é comunista.

Nenhum comentário: