15.10.13

FELIZ DIA DAS PROFESSORAS E DOS PROFESSORES

Por Bráulio Wanderley

Em 15 de outubro de 1934, as professoras foram às ruas da então Capital Federal para reivindicar salários. O que ganharam foi um feriado pelo futuro ditador Vargas.

O que antes era uma Profissão, hoje é ocupação. Os baixos salários, as más condições de ensino, o ritmo elevado de trabalho para poder viver dignamente fazem com que muitos jovens nem cheguem a acalentar o sonho de ser Professor.

Hoje basta ser qualquer profissional para "dar umas aulinhas", basta tocar um violão pra "dar um aulão". E quem cuida da formação de gerações que possuam criticidade, sentimento coletivo e valores humanistas?

Recentemente os governadores do país inteiro alegaram não poder pagar o piso-teto do magistério (uma esculhambação que não chega a 3 salários mínimos), mas tem a cara de pau de mostrarem o Éden que é a Educação nos períodos eleitorais.

Eis os resultados infernais: a elevação da violência em todos os níveis, inclusive sobre a própria categoria que recebeu de policiais (possíveis alunos, ex-alunos e pais de alunos), a pior aula de violência já sentida nos últimos anos; os desacatos às leis de trânsito; a intolerância e o preconceito; os "jeitinhos" e a falta de consciência cidadã em qualquer evento que você esteja pensando agora. Além do Brasil ser o penúltimo país do mundo em indicadores de Educação. Uma vergonha para a 6ª maior economia do Globo.

EDUCAR é função primordial da Família, mas na Escola se desenvolve o Ser Humano, democrático, coletivo e socializado com as mais diferentes orientações.

Assim sendo, estamos, nós Professoras e Professores, virando fósseis num País onde as pessoas elogiam essa função como eufemismo de "pena".

FELIZ DIA A TODAS E A TODOS QUE LUTAM, QUE ACREDITAM QUE TRANSFORMAR A REALIDADE É, ANTES DE TUDO, A ELEVAÇÃO DA NOSSA CONSCIÊNCIA DE CLASSE.

Nenhum comentário: