5.5.13

RENAN CALHEIROS E O GARÇON DE R$ 18 MIL


Publicado no Jornal do Commercio deste sábado (04)

Foto: Reprodução
BRASÍLIA - A regalia dos altos salários pagos a garçons extrapola o plenário e o cafezinho do Senado e chega à residência oficial do presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL). O senador está rodeado de servidores comissionados que há anos recebem polpudas remunerações - reforçadas por grande quantidade de horas extras - para servir o cafezinho, as refeições ou organizar os serviços.

Renan tem à sua disposição na residência oficial um mordomo e dois garçons nomeados por atos secretos, nos mesmos moldes dos servidores que atuam no plenário. O mordomo é Francisco Joarez Cordeiro Gomes, que, em março, recebeu R$ 18,2 mil brutos, dos quais R$ 2,7 mil somente em horas extras. Além dele, estão à disposição os garçons Francisco Hermínio de Andrade e Djalma da Silva Lima que, em março, receberam remunerações brutas de R$ 10,7 mil e R$ 11,6 mil, respectivamente.

Renan é assistido também por dois garçons lotados na Presidência do Senado. Eles integram o mesmo grupo de servidores terceirizados que, em setembro de 2001, conseguiu cargos de confiança para continuar atuando como garçons. A remuneração individual paga a Francisco das Chagas de Sousa e a João Natã Alves Moreira foi de R$ 8,2 mil em março.

Um comentário:

Anônimo disse...

Idignante a falta de vergonha na cara de renan calheiros, e mais idgnante ainda é a alienação da população, que faz vista grossa pra esses crimes!