24.3.13

CURTAS E LIGEIRAS POLÍTICAS

FOTO DA SEMANA

Sinal dos tempos. Após ser recusado como candidato a vice-prefeito do Recife na chapa de Jarbas Vasconcelos em 1992, o hoje governador Eduardo Campos come o seu cozido e o toma como conselheiro político. Quem te viu...


(Foto: Dayvson Nunes/JC Imagem)


SER OU NÃO SER?

Durante o cozido que preparou em sua residência no Janga, o senador e ex-dasafeto Jarbas Vasconcelos (PMDB) afirmou que o governador Eduardo Campos (PSB) é um dissidente da base do governo Dilma Rousseff (PT), cabe ao presidenciável negar ou assumir tal postura (coisa que ele não fez).


DILMA ESCANTEIA EDUARDO DE NOVO

Ao desmarcar ida ao Recife a presidenta Dilma Rousseff (PT) pretere mais uma vez a companhia do (quase ex-aliado) governador Eduardo Campos, e possível adversário na eleição de 2014. A presidenta, no entanto, confirmou presença na cidade sertaneja de Serra Talhada, administrada pelo petista Luciano Duque. O governador não disse se vai.

CAÍDO DA MUDANÇA

Sem nome, unidade e alternativa, após rifar a reeleição de João da Costa e ver seus maiores nomes (Humberto Costa e João Paulo perderem a prefeitura do Recife), o PT de Pernambuco pode engolir a filiação do ministro Fernando Bezerra Coelho a seco. O ministro, rifado do pleito ao senado em 2010, não vê alternativa no PSB, que pode lançar alguém da cozinha do governador ou apoiar os nomes de João Lyra Neto (PDT) ou do senador Armando Monteiro Neto (PTB), tendo em vistas o projeto presidencial de Eduardo Campos. Seriam dois coelhos numa paulada só. A conferir.

Nenhum comentário: