27.7.12

BOGOTÁ: MAIS BICICLETAS E ÔNIBUS, MENOS CARROS



Crédito: Uploaded on July 16, 2007 by themikebot_Flickr Creative Commons 

Bogotá, pela viabilização do transporte sustentável, se tornou uma cidade mais segura e saudável, com maior integração social e econômica.

Descrição breve do projeto

Em 1998, começa uma transformação no sistema de transporte de Bogotá. Até agora, foram construídos mais de 300 km de ciclovias, que se estendem desde as áreas de favelas e subúrbios até o centro da capital. O traçado inclui uma rede de lazer, faixas locais e um sistema longo em áreas verdes. O transporte público também foi melhorado. Não há metrô na cidade, mas o TransMilenio, um sistema rápido e acessível de ônibus, que conta com numerosas estações. Devido à restrição de veículos particulares no centro da cidade na hora do rush, pela implantação do sistema de rodízio, conjuntamente com o sistema de faixas preferenciais para transporte coletivo, esses ônibus funcionam três vezes mais rápido que um típico ônibus de Nova York, o que equivale a 28 km por hora. Além disso, com o programa “Domingo sem Carro”, cidadãos utilizam as vias públicas como parques abertos para a prática de esportes e lazer. Bogotá, pela viabilização do transporte sustentável, se tornou uma cidade mais segura, saudável e com maior integração social e econômica.

Objetivos

• Estabelecer um sistema de transporte mais sustentável, com uma rede de ciclovias capaz de cobrir a maior parte da cidade, com um sistema de ônibus atualizado e com restrições ao uso dos carros durante a semana e aos domingos.
• Ampliar o sistema do TransMilenio para a extensão de 388 km, com o atendimento de 5,5 milhões de passageiros/dia, e com uma pequenas distâncias entre estações, facilitando o acesso ao serviço. 

Cronograma

• 1998: o então prefeito de Bogotá, Enrique Peñalosa, dá início às mudanças, com o início da construção da primeira fase do TransMilenio
• 2000: inicío do funcionamento da primeira fase
• 2003: início da construção da segunda fase
• 2014: previsão de término das instalações do TransMilenio

Resultados

Ciclovias:
• Construção e uso de 366,23 km de ciclovias exclusivas até 2010 (no mesmo ano, a malha viária da cidade era de 14.872 km)
• Aumento de 5 vezes no uso de bicicletas
• Realização de 300-400 mil viagens/dia por bicicleta
• Redução do tráfego de automóveis em 40%
• Velocidade média de 28 km/h no tráfego
• Bicicletas como meio de transporte em 54% das casas (mais de 1,5 milhão de casas, com média de duas bicicletas por casa)
• Velocidade média de 17 km/h

Transmilenio:
• Operação de 84 km de via troncal
• Velocidade média de 27-28 km/h na frota troncal (abril 2011)
• Média de 196.958 passageiros em horário de pico (abril 2011)
• 114 estações em operação (2010)
• Redução nos ruídos de seus corredores e arredores (7 a 10 Db em seus corredores até 2008)
• Redução na emissão de poluentes locais

Instituições envolvidas

• Prefeitura de Bogotá

Nenhum comentário: