6.6.12

GOVERNO BRASILEIRO DEBATERÁ TEMAS SOCIAIS COM O POVO NA RIO+20


DO PORTAL PT


Rio+20.png (1185×465)
Divulgação


Arena Socioambiental servirá para reafirmar a posição do Brasil de que o desenvolvimento sustentável só é possível com inclusão, combate à pobreza, crescimento econômico e conservação ambiental


A Rio+20, a Conferência das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável que ocorrerá na cidade do Rio de Janeiro neste mês de junho, terá um espaço de diálogo do governo brasileiro com a sociedade civil. É a Arena Socioambiental, criada para apresentar ao mundo estratégias brasileiras bem-sucedidas de combate à pobreza e às desigualdades sociais no contexto do desenvolvimento sustentável.
Coordenada pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), com apoio da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), a Arena Socioambiental servirá para o governo brasileiro reforçar a sua posição de que o desenvolvimento sustentável só é possível com inclusão social e combate à pobreza, articulando esse tema aos debates sobre desenvolvimento econômico e conservação ambiental.
Montada nos pilotis e jardins do Museu de Arte Moderna (MAM) do Rio de Janeiro, a Arena será palco de exposições, atividades culturais e feira de produtos da sociobiodiversidade brasileira, entre 16 e 22 deste mês. Também abrigará dois grandes debates por dia, com transmissão ao vivo e interativa pela internet. O acesso é livre.
A Arena terá a participação dos ministérios do Meio Ambiente, Desenvolvimento Agrário, da Saúde, Educação, Justiça, Agricultura, Pecuária e Abastecimento, das Comunicações, da Previdência Social, Aquicultura e Pesca, Integração Nacional, da Secretaria-Geral da Presidência da República e das secretarias de Direitos Humanos, Políticas para as Mulheres e Políticas para a Promoção da Igualdade Racial. Esses 14 órgãos levarão em sua agenda os temas de inclusão e desenvolvimento social no país. A Arena conta com dois principais patrocinadores, os Correios e o Banco da Amazônia (Basa).
A Arena Socioambiental terá os seguintes espaços:
Arena Encontros Globais – Dois debates diários com transmissão ao vivo e interativa pela internet, nos quais nomes de destaque do governo, representantes da sociedade civil e convidados tratarão dos desafios do desenvolvimento sustentável. A Arena tem capacidade para 350 pessoas e haverá tradução simultânea português-inglês e interpretação em Libras.
Debates: Das 14h30 às 16h30 e das 17h30 às 19h30.

Palco #SonoroBrasil – Apresentações musicais diárias, realizadas no intervalo entre os debates da Arena Encontros Globais, e show de encerramento no dia 22 de junho. A seleção de atrações contempla tanto a diversidade cultural do Brasil quanto os temas da agenda socioambiental.
Shows: Das 16h30 às 17h30.
Atrações: Patubatê, Simone Sou, Marlui Miranda, Babilak Bah e Trem Tan Tan, Marcelo Yuka, Pampa Esquema Trio, Encantadeiras de Coco.
Encerramento: LIVE PA DJ MAM, das 19h30 às 20h30 do dia 22 de junho.

Exposição Portinari+Brasileir@s – Três momentos dedicados ao tema das políticas públicas: o primeiro apresenta histórias de transformação na vida de alguns brasileiros; o segundo promove a interação informativa em plataformas digitais; o terceiro homenageia a obra de Candido Portinari e estimula a reflexão social. Exposição com áudio-guia em português e inglês.
Aberta ao público das 11h às 20h.

Praça da Sociobiodiversidade – Vitrine de exposição e comercialização de produtos baseados no uso sustentável dos recursos da biodiversidade brasileira, feitos por povos e comunidades tradicionais e agricultores familiares. Terá produtos da Amazônia, Caatinga, Cerrado e Mata Atlântica. Aberta ao público das 11h às 20h.
Café+20 – Espaço de convivência com venda de alimentos orgânicos e produtos da sociobiodiversidade e agricultura familiar (cafés, sucos, sorvetes, lanches etc). Aberto ao público das 9h às 20h.

Nenhum comentário: