17.3.12

JOÃO PAULO É O MAIOR PERDEDOR DA SUCESSÃO DO RECIFE


DA COLUNA DE MAGNO MARTINS
Com João da Costa disputando a reeleição ou Maurício Rands candidato da unidade petista, o maior perdedor no processo sucessório do Recife é o deputado João Paulo.
Inviabilizado na luta que travou com a criatura, no caso João da Costa, que há quatro anos tirou do bolso do seu colete e elegeu, o ex-prefeito terá agora que aguardar oito anos para voltar a sonhar em ser novamente o comandante-mor da capital.
Para 2014, nem pensar. O PT pode até disputar o Governo do Estado, mas dificilmente o governador Eduardo Campos perderá o controle da sua sucessão. No campo político, desde que deixou a Prefeitura em 2008, João Paulo só fez errar e tropeçar.
Errou ao romper com João da Costa, errou ao aceitar ser secretário de uma pasta fantasma no Governo Eduardo. Errou mais adiante quando, sabendo que não viabilizaria sua volta à Prefeitura pelo PT, não deixou o partido.
As pesquisas mostram, hoje, que se elegeria, independente do partido a que estivesse filiado. Em política, a primeira mancada muitas vezes é fatal.
Paradoxalmente, João Paulo é a maior liderança do PT no Estado, mas não controla sequer o diretório municipal. Como pode ainda alimentar o sonho de ser majoritário?

COMENTÁRIO: POSTAMOS HÁ ALGUNS ANOS A POSTURA EQUIVOCADA E ARROGANTE DE JOÃO PAULO, MAS AO QUE PARECE, ELE PREFERE CONTINUAR NO RANCOR EM RELAÇÃO A QUEM O DIZ A VERDADE.

Nenhum comentário: