5.12.11

LUPI DEVE REASSUMIR A PRESIDÊNCIA DO PDT

Roberta Lopes*, 
Repórter da Agência Brasil


Brasília - O ex-ministro do Trabalho Carlos Lupi deve retornar à presidência nacional do PDT, segundo o secretário-geral da legenda, Manoel Dias. Desde o final da manhã de hoje (5), Lupi está reunido com o presidente interino do PDT, André Figueiredo, e o senador Acir Gurgacz (PDT-RO). “É a tendência natural [que ele retorne à presidência]”, disse Manoel Dias. Ao assumir o ministério em 2007, Lupi foi recomendado a afastar-se do comando do partido e seguiu a orientação.

O secretário disse ainda que o principal motivo para Lupi renunciar ao cargo ontem (4) foi o apelo da família. “Ele [Lupi] já tinha sofrido muito”, disse Manoel Dias, que participará com Lupi, parlamentares e integrantes da legenda da reunião da Executiva Nacional do PDT, a partir das 14h.

Lupi pediu demissão do cargo, após ser alvo de denúncias sobre desvio de recursos públicos de convênios assinados com organizações não governamentais para capacitação de trabalhadores. Em nota publicada nosite do ministério, o ex-ministro atribuiu sua saída à "perseguição política e pessoal da mídia".

Ontem (4), a presidenta Dilma Rousseff aceitou o pedido de demissão apresentado. A Secretaria de Imprensa do Palácio do Planalto informou que a partir de hoje o secretário executivo do Ministério do Trabalho, Paulo Roberto dos Santos Pinto, ocupará o cargo temporariamente.

Em nota, o Planalto informou que a presidenta Dilma "agradeceu a colaboração, o empenho e a dedicação do ministro Lupi ao longo de seu governo e tem certeza que ele continuará dando sua contribuição ao país".

*Colaborou Renata Giraldi
Edição: Talita Cavalcante

Nenhum comentário: