1.8.11

DOMINGOS DUTRA QUER PT MAIS VOLTADO ÀS RAÍZES E AO FIM DAS DESIGUALDADES

Um dos 20 filhos de uma quebradeira de coco e de um vaqueiro, o advogado e deputado federal Domingos Dutra (PT/MA) é um defensor das raízes do Partido dos Trabalhadores.

"Nosso mandato se destina a defender os mais pobres, os despossuídos, que são os pescadores, os agricultores familiares, os índios, os negros, os quilombolas, os atingidos por barragens, os extrativistas, especialmente as quebradeiras de coco, e aqueles que estão encarcerados. O nosso mandato sempre foi assim, e será sempre assim, na defesa de um país mais justo, onde a diferença entre aqueles que tudo possuem, e a maioria que nada têm possa ser diminuída".

.

Brasil Sem Miséria irá diminuir desigualdades

Principal bandeira do governo Dilma Rousseff, o programa Brasil Sem Miséria irá diminuir algumas das injustiças do país, como enumera Domingos Dutra. "Não é justo, não é ético, que tenhamos brasileiros disputando comida com urubus nos lixeiros das cidades. Não é justo ter pessoas morando em casebres, morando em palafitas, não é justo ter pessoas morando em casas cobertas de palha. Portanto o Congresso tem que ser não apenas um fiscalizador dos atos dos demais poderes, mas tem que ser um ator ativo aprovando com rapidez as medidas que o poder executivo federal encaminhe".

O deputado é de fato um indignado com as desigualdades sociais. "Hoje no Brasil uma minoria pode pagar uma dose de uísque envelhecida, por mil reais, e uma maioria continua passando fome, morando em locais insalubres, tomando água que vem de cacimba, ou então tendo lamparina por falta de luz elétrica". Para resolver essas desigualdades, Dutra defende políticas que enfoquem nos locais onde há pobreza extrema.

Uma das soluções passa por alterações na distribuição e cobrança dos impostos. "É preciso uma Reforma Tributária que faça com que o desenvolvimento seja nacional, de tal forma que as diferenças de região diminuam, possibilitando que o Nordeste, Norte e Centro-oeste possam ter um patamar de desenvolvimento para acabar a pobreza, já que os bolsões de pobreza estão nessas regiões".

Militância petista deve ficar vigilante

Fundador do Partido dos Trabalhadores, Domingos Dutra defende as raízes voltadas ao desenvolvimento e ao fim das desigualdades. Para tanto, Dutra cobra da militância uma permanente vigilância de princípios. "Que a militância do PT continue ativa, participando, para evitar que o PT seja engolido pelo sistema. Se nós do PT não nos policiarmos, se a base partidária não tiver voz ativa, o sistema acaba engolindo o nosso Partido, e nós fundamos esse Partido não foi para administrar o capital. Nós fundamos o PT para criar um país justo. Portanto é preciso que a militância esteja vigilante sobre as lideranças, porque senão o sistema vai acabar com armadilhas envolvendo muitos de nós, e ai acaba o Partido perdendo o seu norte, o seu caminho principal que é construir um país justo, igual, fraterno, para todos".

Confira abaixo alguns dos projetos defendidos pelo deputado Domingos Dutra:

- Projeto destinado às quebradeiras de coco e babaçu.
- Limitar os poderes dos juízes para concederem liminares contra os trabalhadores rurais, contra os agricultores.
- Estabelecer um fundo de compensação para os atingidos por base espacial como é o caso de Alcântara.
- Reduzir o mandato de senador de oito para quatro anos. "Que acaba com essa figura imoral que é o suplente de senador, que são pessoas que exercem o mandato sem ter tido nenhum voto na democracia".
- Melhorar as condições dos encarcerados.
- Melhorar a situação dos atingidos por barragens.
- Resolver as questões legais dos quilombolas.
- Reforma Agrária capaz de garantir terra para todos aqueles que precisam dela para sobreviver e para alimentar o mercado interno.

Um comentário:

Regiani Moraes disse...

Muito importante esse artigo.
Parabéns pela edição.