17.6.10

PRESIDENTE DO PC DO B PÕE PRESIDENTE DO PT EM SAIA JUSTA

Da Agência Brasil

Brasília – Diante do presidente nacional do PT, José Eduardo Dutra, o presidente do PCdoB, Renato Rabelo, cobrou o compromisso dos petistas de ter palanque duplo nos estados, onde os partidos que apóiam Dilma Rousseff estejam em campanhas diferentes.

Rabelo citou por duas vezes a candidatura do deputado Flávio Dino ao governo do Maranhão e foi aplaudido durante a convenção do partido que oficializou o apoio dos comunistas à candidatura petista.

“A partir do registro da candidatura, Dilma Rousseff não é a candidata do PT. É a candidata da coligação. Se há necessidade de um palanque duplo em algum estado, não se pode legitimar o pleito de um aliado e vedar esse mesmo direito a outro”, disse Rabelo.

“O PCdoB não imagina ter candidato sem um respaldo político amplo. Nós temos o direito de ter pelo menos um candidato a governo de estado”, cobrou o presidente do PCdoB.

Na semana passada, o PT nacional vetou a decisão do PT do Maranhão de apoiar a Dino. O PT nacional decidiu pela aliança com o PMDB do Maranhão que trabalha para a reeleição da governadora Roseana Sarney.

Dutra não descartou a possibilidade de palanque duplo no Maranhão, mesmo diante da decisão do PT nacional. Ele disse que após o registro da candidatura, o conselho político da campanha de Dilma vai analisar a situação das alianças formadas em cada estado e poderá tomar decisões diferentes.

“Foi falado aqui que a Dilma será a candidata da coligação e não do partido. Nós já temos um conselho político da campanha que já está se reunindo e a partir do momento em que montarmos a campanha essas pessoas terão o trabalho de debruçar de novo sobre o mapa do Brasil e resolver os problemas com as alianças nos estados”, disse o presidente do PT.

COMENTÁRIO: AGORA A CONVERSA É DE PALANQUE DUPLO! ALÉM DE INCOERENTE É NO MÍNIMO IRRESPONSÁVEL A DECLARAÇÃO DO PRESIDENTE DO PT AO AFIRMAR QUE UM CONSELHO POLÍTICO PODE DESAUTORIZAR A DECISÃO (DESASTROSA) DO DIRETÓRIO NACIONAL. QUE SE RESPEITASSE A VOTAÇÃO DO PT MARANHENSE FAVORÁVEL À ALIANÇA COM O PCDO B E O PSB.

Nenhum comentário: