18.5.10

SERVIDORES MUNICIPAIS DE PETROLINA MARCAM GREVE PARA SEXTA-FEIRA

http://vejaosertao.files.wordpress.com/2009/07/charge.jpg
Por Roseana Albuquerque, da Rádio Jornal em Petrolina e publicado no blog de Jamildo Melo.

A partir da próxima sexta (21), os servidores da prefeitura de Petrolina, sertão do estado, entram em greve por tempo indeterminado. A resolução de greve foi decidida em assembléia realizada nesta segunda. A categoria reivindica, dentre outros tópicos, o reajuste salarial e garantia de melhores condições de trabalho. Apenas 30% dos serviços essenciais – a exemplo das unidades de saúde e segurança – devem ser mantidos enquanto o movimento grevista durar. Cerca de 1.100 servidores participaram da assembléia na qual foi deliberada a greve.


“Vamos cumprir este prazo de 72 horas para que a prefeitura esteja ciente, para informar à comunidade. É bom ressaltar que não era isso que a gente queria, mas infelizmente, não aceitamos mais a situação da maneira como ela está posta. Foram cinco meses de tentativas de negociações, pontuando as nossas condições de trabalho, reivindicando o reajuste. Mas nos poucos e raros momentos em que fomos recebidos pelo Executivo Municipal, obtivemos a resposta de que não havia contraproposta”, explica a presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Petrolina, Wildes Mariléia de Souza.

De acordo com o Sindsemp, a prefeitura não enviou nenhum representante para a assembléia. “Com este ofício comunicando a assembléia onde se deflagrou a greve, foram 16 ofícios. Solicitando reunião, o atendimento da pauta, das nossas necessidades, solicitamos presença. Ninguém compareceu, ninguém chamou para negociar. Fazem de conta que não existe movimento nenhum”, destaca Wildes Mariléia.

Na sexta-feira, os servidores darão uma manifestação a partir das 8h30, na praça Dom Malan, nas imediações da prefeitura. “Vamos fazer também uma caminhada pelo comércio, distribuir panfletos e folders, mostrando à sociedade a situação do servidor municipal”, adianta a presidente do Sindsemp.

COMENTÁRIO: NOSSO TOTAL APOIO ÀS REIVINDICAÇÕES DOS TRABALHADORES MUNICIPAIS DE PETROLINA. NA PREPOTÊNCIA DO PODER MUNICIPAL EM NÃO NEGOCIAR, NÃO RESTA À CATEGORIA DEFLAGRAR GREVE NA LUTA POR MELHORIAS À PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS À SOCIEDADE.

Um comentário:

Valdecy Alves disse...

Leia artigo sobre os 20 anos de movimento sindical no serviço público municipal do Estado do Ceará e suas conseqüências no campo político, econômico, social e sindical. Presente, passado e futuro. Leia, comente e divulgue. Acessar em: www.valdecyalves.blogspot.com